Dicas Práticas O que fazer? Próximo a Amsterdam

5 cidades próximas de Amsterdam para visitar

Embora seja um país pequeno, a Holanda é bastante diversa: cada cidade holandesa tem as suas particularidades e seus encantos. Amsterdam é a capital e o principal destino turístico do país, mas além dela, há outros incríveis destinos que merecem ser incluídos no seu roteiro de viagem. Separamos aqui 5 cidades próximas de Amsterdam para visitar em um dia.

1. Rotterdam

Rotterdam é a segunda maior cidade da Holanda e abriga o maior e mais conhecido porto da Europa, o Porto de Rotterdam. A cidade tem uma história incrível, foi completamente bombardeada durante a 2ª Guerra Mundial e reconstruída após o fim da Guerra, tornando-se a mais moderna da Holanda. Assim como Amsterdam, Rotterdam é turística e cosmopolita, uma cidade viva, pulsante e com intensa atividade cultural. A arquitetura inovadora é o grande diferencial da cidade e sustenta o seu ar criativo e artístico.

Como chegar:

Partindo de Amsterdam, é possível pegar um trem direto da Estação Central até a Estação Central de Rotterdam. O trajeto dura em torno de 1 hora e custa cerca de 15 Euros.

O que fazer:

• Arquitetura: a primeira coisa a fazer em Rotterdam é observar sua genial arquitetura. Já na Estação Central de Rotterdam é possível ver o contraste entre o moderno e o antigo: a estação fica na região que divide o centro da cidade — parte reconstruída após a Guerra — e um bairro com arquitetura tipicamente holandesa. Caminhando em direção ao Centro, é fácil perceber por que Rotterdam é a cidade da experimentação arquitetônica: prédios de todos os tipos e das mais diversas formas, arranha-céus como são raros de ver na Holanda.

• Euromast: uma torre com 186 metros de altura, de onde é possível ter uma visão panorâmica de 360° da cidade. A torre conta com um restaurante panorâmico e um deck para observação. O ingresso para o topo da torre custa cerca de 10 Euros. Compre aqui!

• Mercado Markthal: o mercado municipal de Rotterdam, Markthal, é o ponto turístico mais famoso da cidade. O prédio é imenso, todo cinza por fora e colorido por dentro. Além da beleza arquitetônica, o marcado conta com um grande número de barracas, lojas e muitas comidas típicas holandesas.

• Oude Haven (Antigo Porto): construído no século XIV, o Oude Haven foi o primeiro porto de Rotterdam, que hoje abriga antigas embarcações abertas para a visitação. No local, há diversos bares e cafés, de onde pode ser visto a Witte Huis, o primeiro arranha-céu construído na Europa.

• Casas cubos: as casas cubos são um dos símbolos da arquitetura moderna e excêntrica de Rotterdam. São casas construídas em forma de cubos inclinados a 45°. A maior parte delas é residencial, uma delas abriga o Hostel SatyOkay e outra, o Museu Kijk Kubus, em que é possível conhecer o interior de uma casa cubo. O ingresso do museu custa €3.

MAIS INGRESSOS DE ROTTERDAM AQUI!

2. Haia

A cidade de Haia (em holandês “Den Haag”) é a segunda mais populosa da Holanda e abriga a cede do governo holandês. Conhecida como “a capital do mar do Norte”, é lá que também se encontra a mais badalada praia da Holanda.

Como chegar:

De trem, partindo da Estação Central de Amsterdam, é possível pegar o trem direto para a Estação Central de Haia (importante: o nome da cidade, em holandês, é Den Haag). O trajeto dura cerca de 50 minutos e custa pouco mais de 11 Euros.

O que fazer:

• Museu Escher in Het Paleis: um museu dinâmico e com atividades interativas, todo dedicado ao trabalho do artista visual Escher, que ficou conhecido mundialmente por seus trabalhos que desafiam a perspectiva. O ingresso custa €9,50.

• Mauritshuis: ou a Casa de Maurício de Nassau, que virou um museu onde é possível ver algumas das mais importantes obras de famosos pintores holandeses, como Vermeer, Rembrandt e Frans Post. O ingresso para adulto custa €14. Jovens e crianças até 19 anos não pagam.

• Madurodam: um parque de maquetes que reproduz a Holanda em tamanho miniatura. O Madurodam é um passeio atraente para adultos e crianças. É impossível não se encantar com a perfeição das maquetes, que mostram com riqueza de detalhes diversos cenários do país, desde a arquitetura ao movimento das cidades, dos transportes públicos e bicicletas. Os ingresso custa cerca de €15.

• Scheveningen: a praia mais badalada da Holanda fica em Haia. Do centro, é preciso pegar um tram para chegar, mas vale muito a pena, especialmente no verão. A praia é animada, tem diversos restaurantes e atividades ao ar livre. Há também um píer com lojinhas de artesanatos locais.

3. Volendam

A pequena vila de pescadores de Volendam tem pouco mais de 20 mil habitantes. Perto de Amsterdam, mas com uma arquitetura do século XVII e um ar bucólico, Volendam é um passeio incrível para quem quer ter uma experiência tradicionalmente holandesa.

Como chegar:

De ônibus, partindo da Estação Central de Amsterdam. A viagem dura pouco mais de 30 minutos. Caso prefira um passeio guiado, com guia em Português, na nossa lojinha, oferecemos a opção Volendam, Zaanse Schans e Marken, três atrações incríveis e pertinho de Amsterdam. Leia mais sobre Volendam e região nesse outro artigo (Clique Aqui!).

O que conhecer:

• Construções tradicionais: Volendam é uma vila tradicional, com uma arquitetura típica holandesa do século XVII. As casinhas verdes construídas abaixo do nível do lago são uma atração que merece atenção dos visitantes.

• Marina de Volendam: um lugar lindo, às margens do lago Ijselmeer. Vale a pena fazer uma caminhada e tirar fotos curtindo a paisagem do local.

• Museu de Queijos: a fábrica/museu de queijos de Volendam oferece uma experiência única, que mistura cultura e sabor, sobre um dos elementos mais tradicionais da cultura gastronômica holandesa. No museu, é possível conhecer a história dos queijos da região e assistir as demonstrações de como os queijos são fabricados, além de degustar toda a variedade de queijos produzidos na Holanda.

4. Giethoorn

Conhecida como a Veneza Holandesa, a pequena cidade de Giethoorn entrou recentemente entre os destinos mais procurados da Holanda. O local, que tem pouco mais de 2500 habitantes, é uma cidade sem ruas, em que os deslocamentos são feitos de barco pelos canais ou a pé, cruzando as mais de 180 pontes de madeira. Bucólica, calma e romântica, Giethoorn parece saída de um conto de fadas.

Como chegar:

A viagem para Giethoorn dura cerca de duas horas, partindo de Amsterdam. Não há transporte direto, é preciso pegar um trem até Amersfoort e, de lá, o ônibus para Giethoorn. Todo o trajeto custa em média €25. Oferecemos também passeios privados para Giethoorn, para mais detalhes favor nos enviar um email.

O que fazer:

• Passeio de barco: há várias opções de passeios de barco pela cidade, com preços e duração diferentes. É possível fazer o passeio de gôndola, caiaque e barco a motor. Os preços variam conforme a duração do passeio.

• Passeio a pé: uma outra forma de conhecer a cidade é passear a pé, cruzando as pontes de madeira que ligam uma parte a outra do vilarejo, apreciando as paisagens e tomando um café de frente para os canais.

• Galerias: em Giethoorn há diversas galerias com artesanatos locais. O carro-chefe da região são as pedras e cristais, que podem ser vistos e comprados em várias lojinhas.

5. Utrecht

Pertinho de Amsterdam, a charmosa Utrecht é uma das mais antigas e a quarta cidade mais populosa da Holanda. A cidade é um dos principais centros universitários do país e, por isso, sua população é jovem, com gente de todas as partes do mundo. Ao mesmo tempo que é cheia de vida, Utrecht tem uma atmosfera romântica e tranquila. Assim como Amsterdam, Utrecht é repleta de canais e tem uma arquitetura medieval que encanta.

Como chegar:

De Amsterdam à Utrecht leva cerca de 25 minutos de trem, saindo da Estação da Central. O trajeto custa €7,50.

O que fazer:

• Passeio de canoa pelos canais: um das formais mais interessantes de conhecer seguindo a rota dos principais canais, vendo a cidade por uma outra ótica.

• Torre Dom: um dos principais pontos turísticos de Utrecht é a Catedral Dom (em holandês, Domkerk). Uma construção imponente no centro da cidade, com uma torre de 112 metros de altura, de onde é possível ter uma belíssima vista da cidade.

• Casa de Dick Bruna: a personagem infantil mais querida da Holanda, a Miffy, tem um museu todo dedicado a ela e seu criador, o cartunista Dick Bruna, em Utrecht. Para quem não conhece, a Miffy é uma coelhinha muito fofa e popular entre as crianças holandesas. Um passeio especialmente interessante para quem vai com crianças pequenas.

• Jardim botânico: situado no campus da Universidade de Utrecht, o Jardim Botânico de Utrecht é considerado o mais bonito da Holanda. O jardim fica aberto de março a dezembro e a entrada custa €7,50.

GUIAS DE TURISMO EM AMSTERDAM OU NA HOLANDA

Se você gostaria de contratar um guia de turismo que fale português em Amsterdam ou na Holanda, entre em contato com a gente através do nosso email [email protected] Certamente um dos nossos guias poderão te acompanhar e fazer de sua viagem algo ainda mais inesquecível.

MAIS CONEXÃO AMSTERDAM

Vale a pena lembrar que além de dicas, serviços personalizados como ensaios fotográficos em Amsterdam e roteiros personalizados para Amsterdam, nós também preparamos para você o Guia de Túristico de Amsterdam. O Guia do Conexão Amsterdam conta com várias dicas práticas e dicas da cidade selecionadas por quem realmente conhece Amsterdam, para você. O Guia já foi vendido para mais de 500 leitores como você e o preço é apenas 7,99 euros! Todos os detalhes sobre o guia e uma amostra grátis podem ser encontrados AQUI!

3 Comments

Leave a Comment

Close