O que fazer? Próximo a Amsterdam

ROTEIRO LONDRES: O que fazer em 2 dias

Escrito por Hugo Pereira

Londres, Londres, Londres…O que dizer dessa cidade? Bom, se você chegou aqui nesse artigo é porque você cogita, de alguma forma, conhecer essa cidade espetacular que está aos poucos ganhando meu coração. Eu explico. Para quem não sabe, eu Hugo, vivo entre Amsterdam e Londres por conta do meu trabalho. Claro, que na maioria do tempo estou na minha amada Holanda, mas Londres é assim, digamos, minha segunda casa.

Dito isso, para aqueles que querem combinar um roteiro de viagem na Europa incluindo Amsterdam e Londres, eu vou aqui compartilhar com você um roteiro de Londres com o que fazer por aqui em 2 dias. E para começar, já vou falando, que eu gosto mais de Londres nos dias de semana, e se você puder, tente visitá-la nos dias de semana também. Nada contra os finais de semanas em Londres, mas eu sempre imaginei Londres como uma business city. Sabe aquela imagem de business people andando para cima e para baixo com aqueles casacos finos, um copinho de café na mão e aquele vaporzinho saindo de cima dos prédios? É. Mais ou menos isso. Enfim, essa característica típica só é notada nos dias de semana, e eu amo essa vibe. Além disso, os tradicionais pubs são bem mais populares pelas pessoas “locais” durante os dias de semana, no precioso happy hour. Especialmente às quintas-feira os pubs ficam bem agitados e por isso para mim é o melhor dia para visitar Londres.

Mas independentemente se for final de semana, ou dia de semana , Londres vale muito ser visitada. Chega de conversa fiada, vamos ao que interessa. Ao precioso roteiro de 2 dias com dicas do que fazer em Londres.

ROTEIRO LONDRES: O QUE FAZER EM 2 DIAS

Antes de entrar no roteiro, para aqueles que ainda não reservaram os hotéis, note bem que hotéis em Londres podem ser um pouco caros. Além disso, os quartos geralmente são pequenos e os hotéis podem ser um pouco envelhecidos. Eu já me hospedei em dezenas de hotéis com diárias que variam entre 100 e 230 libras (valor da diária para dois adultos) , e esse é o preço para hotéis decentes nessa cidade. Eu tenho três dicas de hotéis em Londres que selecionei para indicar para você que oferecem: um pouco mais de espaço, conforto e também hotéis mais novos. O primeiro é o Motel Hotel One que é o meu favorito por ser bem novinho, barato e bem localizado (próximo à estação Aldgate). No entanto ele é muito popular, e está quase sempre lotado. Você pode clicar aqui para ver a disponibilidade e preço. A minha segunda dica é o Strand Palace Hotel, que fica bem pertinho do Covent Garden. Uma área bem mais túristica e bem agitada, mas muito agradável. A minha terceira dica é para hospedar em um dos hotéis da rede CitizenM. São ótimos, cheios de estilo e com preço justíssimo. Eu particularmente gosto muito do CitizenM Shoreditch, mas o CitizenM Bankside também é maravilhoso. Ambos bem localizados e com acesso fácil ao transporte público (ônibus). Você pode clicar nos nomes desses hotéis para você checar as disponibilidades e preços.

DIA 1

PELA MANHÃ

Quem me segue no meu Instagram pessoal, sabe que eu amo começar o dia com um café da manhã caprichado. Pode ser tanto em um dos hotéis que eu indiquei acima que oferecem cafés da manhã fabulosos, ou nas minhas cafeterias favoritas de Londres que eu listo logo aqui:

Exmouth Coffee Company: 83 Whitechapel High St, Aldgate East, Shadwell, London E1 7QX, UK

Farm Girl Notting Hill: 59A Portobello Rd, Notting Hill, London W11 3DB, UK

Lantana Cafe Fitzrovia: 13 Charlotte Pl, Fitzrovia, London W1T 1SN, UK

Bill’s: Uma rede como várias locações em Londres. No entanto as minhas favoritas são St Martin’s Courtyard, Slingsby Pl, Charing Cross, London WC2E 9AB, UK & 36-44 Brewer St, Soho, London W1F 9TB, UK

Qualquer opção que você escolher, não haverá erro.

Pronto. Cafeínado agora estamos prontos para começar a explorar o roteiro de dois dias em Londres. E não há lugar melhor para começá-lo do que o Westminster. O Palácio de Buckingham é claro o cartão postal e o coração da cidade. A Abadia de Westminster é esplendida de se ver, e o Big Ben é obrigatório (pena que no momento até 2021 ela está em obras para renovação).

Do Westminster agora vamos para o outro lado do Tamisa, em direção da margem sul. É um lugar perfeito para apreciar a vista do London Eye ou simplesmente passear pelo mercado de livros (o famoso, Southbank Centre Book Market) ou uma caminhada ao longo do rio.

A partir dalí, vale a pena (e é uma ótima idéia) uma caminhada até o Tate Modern e o Borough Market. Dois outros pontos apaixonantes dessa cidade. O museu por sí só é um lugar incrível para se visitar, e o fato de ser gratuito significa que é fácil apreicar tudo por quanto tempo eu quiser. Note-se que você só precisa de ingresso para algumas exibições que ocorrem no museu. Clique aqui para visitar o site oficial do Tate Modern.

Já o Borough Market, quando está aberto, é o local ideal para encontrar inspiração gastronômica e saborear algo delicioso no almoço. Eu pessoalmente adoro passear absorvendo as cores e aromas de cada barraca e ao mesmo tempo apreicar a agitação que é essa região da cidade.

À TARDE

Depois de um almoço reforçado no Borough Market, agora vamos mergulhar um pouco mais na história de Londres. Para isso, vamos atravessar a London Bridge e ao mesmo tempo apreciar a vista para a Tower Bridge do outro lado. Nesse momento você vai conseguir perceber o que faz Londres ser um lugar especial.

Olhe a espetacular cúpula da St Paul’s Cathedral, e as pequenas ruas ao redor da estação Bank, este bairro de Londres sempre impressiona qualquer um com sua abundância de estilos arquitetônicos. Afinal, qual outra cidade do mundo você poderia encontrar préidos arranha-céus elegantes ao lado de uma muralha romana e construções históricas?

Dali, vamos pegar o famoso metrô de Londres para dar um passeio na linha Central (a vermelha) até Notting Hill. O icônico bairro está repleto de estilo e cores e em todos os lugares, especialmente no famoso mercado de Portobello, é tudo fabuloso.

À NOITE

Assim que a noite se aproxima, vamos retornar de Notting Hill até o Soho e o Covent Garden. Como mencionei anteriormente, essa é uma região bem agitada, bem túristica, mas que mesmo assim vale a pena conhecer se você estiver em Londres buscando o que fazer em 2 dias. Nessa região, do Soho e o Covent Garden, há dezenas de lugares especiais e charmosos para um jantar saboroso e cheio de estilo. Além disso, alguns pubs e e cocktail bars estão tudo por aqui. No verão, em volta do Covent Garden, tudo fica muito agitado e movimentado. Uma vibe única na cidade. Como uma grande praça com artistas de rua fazendo suas apresentações ou simplesmente pessoas e turistas caminhando e apreciando tudo. Caminhe até a Trafalgar Square e Piccadilly Circus e aprecie a movimentação na cidade. Se você estiver visitando Londres no inverno, não deixe de ir ao Piccadilly Circus. Fica tudo tão lindo. Para o jantar, eu indico dois dos meus restaurantes favoritos na região do Covent Garden, o Flat Iron ou o Hawksmoor. Ótimos para os amantes de grelhados em ambientes extremamente charmosos e também descontraídos. Mas se você estiver em dúvida de onde jantar em Londres, caminhe ne região do Covent Garden, especialmente na Sevel Dials, e Soho e certamente você via eocntrar algo que combine com o seu apetite e bolso.

Se você quiser terminar o dia em grande estilo, vá para South Kensington para a vida noturna na Walton Street. Mas para quem já que descansar para o Dia 2 do Roteiro Londres: o que fazer em 2 dias, talvez a cama do hotel pode ser a melhor maneira de terminar o dia em Londres.

DIA 2

PELA MANHÃ

Depois do tradicional café da manhã como no Dia 1, hoje vamos começar o dia com história e cultura com uma visita ao Museu Britânico. Muito se fala do Louvre em Paris (que é fabuloso!) quando se pensa em museus fascinantes da Europa. No entanto, o Museu Britânico não fica atrás, e é literalmente um tesouro de maravilhas do mundo todo, e é ótimo para ser visitado logo pela manhã, quando as multidões de visitantes ainda não estão presentes.

O museu é enorme e certamente grande o suficiente para ocupar um dia inteiro. Por isso, eu sempre indico para focar em algumas das exposições do museu e prioritizar uma visita aos quartos egípcios e a Rosetta Stone, já que esses são imprescindíveis para visitantes de primeira viagem em Londres. Além desses, veja no acervo do museu quais assuntos e áreas te interessam mais para você poder fazer uma visita eficiente. Depois da visita, você pode lanchar por além mesmo, no impressionante Great Court para um almoço leve no restaurante.

Eu acho que pelo menos um museu precisa ser visitado durante a sua estadia em Londres. No entanto, se o Museu Britânico não é o seu estilo, eu indico o Natural History Museum ou o Science Museum como alternativas.

À TARDE

Com uma manhã reservada para uma visita ao museu, depois do almoço, a dica é entrar em um metrô na Holborn Station e com a linha Piccadilly se dirigir a South Kensington. Por ali, caminhe até os Jardins Kensington e Hyde Park. Especialmente o o jardim oficial do Kensington Palace é um dos meus lugares favoritos. Por sinal, é um cenário super fotogênico para as suas fotos no Instagram.

Quando chegar ao Hyde Park Corner (uma estação de metro) aproveite para descansar apreciando um belo chá inglês ali mesmo na região. Existem várias opções por ali, não será difícil encontrar um lugar que combine com o seu gosto para um break. Eu particularmente gosto muito do Fait Maison Salon de Thé mas você vai precisar subir no metrô e ir até a Gloucester Road station com a linha Picadilly para chegar lá. Outra opção (que por sinal eu ainda não fui) é tomar um café da tarde ali no charmoso Intercontinental Park Lane, bem ali no Hyde Park Corner.

À NOITE

Quando a noite se aproxima, a dica é se dirigir para o West End para assistir a um show musical. Você pode checar a agenda aqui do que está acontecendo na época que você visitar Londres. Há sempre aglo para ver.

Depois do show, hora de jantar (você também pode inverter as ordensAproveite que você está no Soho e caminhe para encontrar algum restaurante que te atrai. Há vários. Se te faltar inspiração, você pode considerar uma das sugestões do Dia 1. Afinal, fica tudo ali pertinho. Para aqueles que ainda tem energia sobrando e com disposição para a vida noturna mais tarde, no Soho também não faltam bons bares na região.

Bom, esse é o meu roteiro ideal para Londres com dicas com o que fazer em 2 dias nessa cidade fascinante. Certamente, por se tratar de Londres, você deixou de ver várias coisas quem são igualmente interessantes. Afinal, Londres é Londres e o que não falta por aqui são opções do que fazer, onde comer, o que ver e visitar. Aproveite sua viagem e deixe comentários aqui com sugestões e dicas para outros viajantes.

MAIS CONEXÃO AMSTERDAM

Vale a pena lembrar que além de dicas, serviços personalizados como ensaios fotográficos em Amsterdam e roteiros personalizados para Amsterdam, nós também preparamos para você o Guia de Túristico de Amsterdam. O Guia do Conexão Amsterdam conta com várias dicas práticas e dicas da cidade selecionadas por quem realmente conhece Amsterdam, para você. O Guia já foi vendido para mais de 1000 leitores como você e o preço é apenas 7,99 euros! Todos os detalhes sobre o guia e uma amostra grátis podem ser encontrados AQUI!

2 Comments

Leave a Comment