Amsterdam Conforme o clima Nightlife O que fazer?

O que fazer em Amsterdam no inverno

Amsterdam é linda em todas as estações do ano, mas a cidade se torna ainda mais charmosa e apaixonante, principalemente, durante os meses de inverno.

Em invernos mais rigorosos, onde há muita neve, os casarões triangulares, pontes e canais cobertos por neve e gelo se tormam uma verdadeira pintura aos olhos. Obviamente, sabemos que, quando estamos viajando, o frio, a neve e o vento gelado podem ser limitadores. No entanto, mesmo estes fatores não impedem de curtirmos tudo o que a cidade tem para nos proporcionar quando as temperaturas estão baixissímas no lado de fora.

Por isso, para saber o que fazer em Amsterdam no inverno e em dias gelados, preparamos uma lista com atividades bacanas durante essa estação:

1.Patinação no gelo

Quando as temperaturas caem, os holandeses começam a sonhar com as perspectivas de patinação no gelo ao ar livre, nos lagos e canais espalhados por todo o país. Nessa época do ano, as previsões meteorológicas são acompanhadas anteciosamente e os patins preparados para entrar em ação!

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Patinação nos canais congelados de Amsterdam é uma experiência de inverno mágica – e o que torna ainda mais especial é que não são todos os anos que a temperatura cai para menos de -4° C durante quatro noites consecutivas para produzir uma camada de gelo grossa suficiente para patinar nos canais. A paixão dos holandeses é tanta por patinação no gelo que se as condições forem favoráveis para a patinação ao ar livre, até mesmo o tráfego de barcos é bloqueado a partir de certos canais para permitir que a água congele.

Para a decepção de muitos viajantes visitando a Holanda nessa estação do ano, nos últimos anos o inverno não tem sido tão rigoroso a ponto de congelar os canais e lagos. Por isso, a alternativa para os amantes de patinação no gelo é frequenter as diversas pistas de aritificais em Amsterdam e também em outras localidades na Holanda.

Em Amsterdam todos os anos as seguinte localidades oferecem patinação no gelo:

Praça Leidseplein
Geralmente a pista de gelo é montada no final de Novembro e fica em funcionamento até o começo de Janeiro do ano seguinte.

Praça Museumplein
Famosa por sua localização privilegiada e muito popular pelos visitantes de Amsterdam. Em 2016 a pista estará montada até o final do mês de Fevereiro.
Site: www.iceamsterdam.nl

Jaap Eden IJsbaan
Mais afastada do centro da cidade e o ingresso custa em torno de EUR 7,00 por pessoa.
Site: www.jaapeden.nl

É possível alugar o par de patins em todas essas 3 pistas.

2.Tratamento de bem-estar & Spas

No inverno em Amsterdam também há a opção relaxar e fugir das temperaturas baixas. A cidade oferece uma vasta gama de bem-estar, beleza e spas.

Por que não se mimar durante a sua estadia?

Spas em hotéis
Muitos dos hotéis de luxo de Amsterdam possuem spas impressionantes com uma vasta variedade de tratamentos relaxantes. Alguns desses spas são apenas para os hóspedes do hotel, mas a maioria tem “day pass” para o público em geral. Por exemplo, o spa do hotel Conservatorium foi eleito como um dos melhores do mundo pelo World Luxury Spa Awards.

Saunas e spas
Amsterdam possui uma variedade de saunas, incluindo a Sauna Deco, localizada em um dos canais principais da cidade, o Herengracht; o ambiente é familiar e decorado com peças históricas art deco.
A sauna Zuiver Amsterdam, possui uma localização super especial e única. Está situada no Amsterdamse Bos – um belo parquet/bosque ao sul de Amsterdam.

Foto: Spa Zuiver

Foto: Spa Zuiver

Relaxamento em uma capsula d’água
Se ficar flutuando dentro de uma capsula de água morna e salgada te parece o paraíso, você precisa ir ate o Koan Float, no centro da cidade. Uma experiência única e que vale muita a pena!

Vale lembrar: A maioria dos spas e saunas em Amsterdam adotam a política de “não-roupas” e, em muitos homens e mulheres dividem o mesmo espaço. Se isso faz você se sentir desconfortável, eles possuem dias e horários especias para você poder curtir e relaxar de forma mais reservada.

3.Cafés Marrons (Brown cafes)

Para você ter uma autêntica impressão de Amsterdam e cultura holandesa, não deixe de visitar um tradicional pub (bar )holandês conhecidos como ‘cafés marrons ”
Por que o nome café marrom?

Em referência aos seus interiors acochegantes em madeira escura e das manchas de nicotina nas paredes e tetos no passado.
Muitos bares mais recentes também foram cuidadosamente decorados seguindo o mesmo estilo “desgastado”, para que o ambiente se torne mais acochegante, uma extensão da sua sala de estar.

Foto: Típicos cafés marrons de Amsterdam

Foto: Típicos cafés marrons de Amsterdam

Comida e bebida
Em geral, os cafés marrons são bem descontraídos e despojados. Além de cervejas locais e regionais, você também pode saborear jenever – semelhante ao gin. Gerlamente, eles servem lanches e aperitivos, como as tipicas bitterballen (um tipo de bolinhas fritas com recheio de carne), servidas com mostarda.

Foto: Super aconchegante

Foto: Super aconchegante

Bares tradicionais
Vários cafés tradicionais afirmam ser o mais antigo de Amsterdam, e enquanto não há nenhuma evidência histórica para indicar um vencedor claro, há alguns que são datados desde o início dos anos 1600.

Confira alguns deles:
• In ‘t Aepjen: Zeedijk 1 – Instalado em um dos edifícios mais antigos da cidade, que data de 1475.
• Café Karpershoek: Martelaarsgracht 2 – Ainda tem areia no chão, como era comum no século 17.
• Café De Druif (‘The Grape’): Rapenburgerplein 83 – tem a fama de ter aberto as suas portas em 1631.
• De Drie Fleschjes (‘As 3 garrafas’), Gravenstraat 18 – datado de 1650.
• Café Kalkhoven: Prinsengracht 283 – Este café de frente da igreja Westerkerk, é datado de 1670.
• Café De Dokter: Rozenboomsteeg 4 – Com uma área útil de menos de 18m2, este é provavelmente o menor bar em Amsterdam.

4.Museus

Amsterdam é um verdadeiro paraíso para os amantes de arte e história; a cidade possui mais de 50 museus, muitos deles famosos em todo o mundo.
Alguns dos mais populares estão localizados juntos a Museumplein (praça do Museu – localizado no Museumkwartier), como o Rijksmuseum, Van Gogh Museum e Stedelijk Museum.

Foto: Rijksmuseum

Foto: Rijksmuseum

Igualmente imperdível é a Casa de Anne Frank, Hermitage Amsterdam, EYE Filmmuseum – para citar apenas alguns!

5.Vida Noturna

Quando se trata de vida noturna, Amsterdam oferece festivais, casas de show, clubes noturnos para todos os gostos! DJs fazem a alegria do público indo com tudo, desde do techno, trance ao hip-hop, funk e deep house.

air_dennisbouman
Escape, Club Air, Studio 80 e Club Up são algumas das opções de casas noturnas bacanas e descoladas na cidade.

Para ficar por dentro dos eventos acontecendo na época de sua visita a Amsterdam, entre na nossa lista de eventos clicando aqui!

6.Compras

De lojas de departamento e boutiques chiques até ruas de comércio populares , Amsterdam inspira até mesmo o cliente mais exigente. Compras é sempre uma ótima opção para esquecer o frio : )

Foto: A mais famosa loja de departamento

Foto: A mais famosa loja de departamento

Algumas dicas de compras em Amsterdam você pode encontrar nos links abaixo:

Onde fazer compras em Amsterdam

Mercado de Pulgas

Feira Albert Cuypmarkt

ROTEIROS DE VIAGENS PARA A HOLANDA
Se mesmo depois de navegar no nosso blog você ainda tiver dúvidas específicas sobre quais lugares e atrações deveria visitar durante a sua viagem para a Holanda, certamente o que será ideal para você é um roteiro personalizado para a Holanda. Nós do Conexão Amsterdam oferecemos essa opção para viajantes com a intenção de aproveitar o melhor que a Holanda e Amsterdam podem oferecer durante a sua jornada. Acesse a nossa página sobre serviços para obter mais detalhes de como tudo funciona.

4 Comments

  • Olá Hugo, olá Márcio!
    Estou adorando o blog, vocês concentraram as informações nos posts de forma muito inteligente, fazendo da leitura algo leve e muito útil 🙂

    Estou procurando um lugar para viajar em janeiro de 2018 para comemorar o aniversário de 30 anos do meu namorado.
    Amsterdam foi a primeira ideia dele, mas depois, pensando no clima, acabamos desistindo. O seu post me fez rever a ideia.

    Minha dúvida agora é se em janeiro os estabelecimentos funcionam de foram regular. Ou por ser um período menos atrativo que o verão funcionam em horário reduzido ou nem chegam a abrir (vi isso acontecendo em outros lugares na Europa, como Ibiza, por exemplo).
    A expectativa é que a viagem seja entre 10 e 25 de janeiro, meu namorado gosta muito de música eletrônica, boates, bares e pubs, principalmente com cervejas especiais.
    Acha que vale a pena, sob essa perspectiva, ir para Amsterdam em janeiro, ou é melhor deixar para outra oportunidade, no verão ou na primavera?

    P.s.: adorei a dica sobre o festival das luzes! Esse ano ele será mais longo, pelo que eu vi no site deles, então estaria acontecendo enquanto estivéssemos lá.

    • Olá Moica, tudo bem?
      Obrigado pelos elogios. Ficamos felizes em ler que estamos te ajudando.
      O inverno aqui é espetacular. O frio, é claro, pode atrapalhar algumas atividades(como pedalar, ficar andando a noite etc) mas o cenário é lindo e vários restaurantes, museus e outras atividades (como os cruzeiros nos canais) são adaptadas para o inverno (lê-se aquecedores MODE ON). Enfim, tanto o Invenro como a Primavera são excelentes eu particularmente amo todas as estações mas acredito que alguns viajantes prefiram conhecer a Holanda na primavera, estação das tulipas por aqui.
      Para músicas e festivais de músicas, a melhor alternativa é visitar a Holanda durante o verão.

      Enfim, nos avise o que você decidir assim podemos tentar te ajudar mais.

      Boa viagem,
      Hugo e Marcio

Leave a Comment