Dicas Práticas

Dicas de Amsterdam

Escrito por Hugo Pereira

Olá, tudo bem? Muitos de vocês se perguntam quem somos nós. Aqui no site, na aba lateral, falamos um pouquinho de quem somos e do que gostamos. Mesmo assim, vou me apresentar para vocês! Eu sou o Hugo, um dos fundadores do Conexão Amsterdam e, como menciono no meu perfil, gosto mesmo é de conhecer o mesmo lugar várias vezes. Por isso, nesse comecinho de ano (2019) quero compartilhar com vocês um artigo que percebi que ainda não havia publicado por aqui. Eu (Hugo) moro aqui em Amsterdam desde 2010 e, compartilho as minhas dicas e experiências aqui pelo site e também no nosso Instagram, @conexaoamsterdam.

Aproveita e nos segue por lá, as dicas são sempre em tempo real!

Já que a palavra da vez é compartilhar, decidi reunir nesse artigo várias dicas de Amsterdam que vão te ajudar a fazer um bom planejamento de viagem e estadia.

Dica #1: Planejamento

Para começar a primeira dica que te dou é: se planeje. Isso mesmo. Eu sei, parece uma dica boba ou batida, mas de verdade, não é. Muitos de nós, brasileiros, não gostamos de planejar algumas atividades com antecedência. Já faz parte do nosso dia-a-dia deixar tudo para a última hora. Mas podemos mudar esse estigma.

Para visitar muitas das atrações aqui em Amsterdam, você precisa de antecipação, ou seja, planejamento. Por exemplo, uma visita ao museu da Anne Frank, hoje em dia, após muitas mudanças na bilheteria você só consegue entrar com hora marcada e não tem mais aquela opção de ir para a fila e esperar surgir uma vaga, caso você não tenha comprado seu ingresso antecipado.

Se você ainda não sabe, temos uma lojinha aqui no site que disponibiliza a compra de ingressos para muitos museus como o Heineken Experience, Van Gogh Museum, Rijksmuseum, passeios de barco nos canais e muitas outras atrações. Se você comprar na nossa lojinha, colabora com o nosso trabalho e antecipa suas entradas, assim você evita de sair daqui sem conhecer aquele lugar que tanto sonhou.

Dica #2: Transporte Público em Amsterdam

Vamos conversar um pouco sobre o transporte público por aqui. Já mencionamos muitas vezes aqui no site e lá no nosso Instagram que, andar de transporte público por Amsterdam é quase que um tiro no pé. A cidade é pequena, o centro histórico pode ser visitado todo a pé e, apenas em alguns casos, o transporte público pode ser um aliado à sua visita por aqui. Em dias de chuva intensa, por exemplo, ou quando você precisa muito se deslocar de um ponto central até um ponto afastado da cidade, um hotel ou mesmo alguma atração que fique fora do centro principal da cidade. Mas só em pontos muito específicos.

No geral, o que acontece se você deposita seu tempo no transporte publico é que você vai ficar boa parte do seu dia, preso dentro dele. O transporte aqui é eficiente, sim, mas ainda assim demanda um tempo maior de deslocamento. Fora a impossibilidade de ir parando e observado a aquitetura da cidade que é muito especial e rica em detalhes que só vê, quem anda a pé por aqui.

Claro que se você precisar do transporte público em Amsterdam vai estar bem amparado. Aqui no site, temos muitas dicas de como utilizar o transporte público em Amsterdam com eficiência. Se você vai sair do Aeroporto Schipol, por exemplo, temos um guia bem completinho que te ensina a fazer o deslocamento do aeroporto de Amsterdam para o centro da cidade.

Mesmo que você vá usar poucas vezes o transporte por aqui, é importante você saber um passo-a-passo de como usar o transporte público na Holanda. Nesse artigo, nós explicamos bem direitinho como você utiliza o site de planejamento de rotas. Também é importante que você saiba como usar o transporte público em Amsterdam e fique atento a todas as dicas que mencionamos no post.

Dica #3: Hospedagem em Amsterdam

A dica número 3 fica por conta da hospedagem. Não tente economizar. Você até pode tentar, mas pode ter mais dor de cabeça do que praticidade e eficiência. Aqui em Amsterdam um hotel decente vai custar entre 100€ e 120€ por noite para duas pessoas. Abaixo disso, é um pouco complicado. Com exceção do EasyHotel que, muitas vezes oferece tarifas mais baixas do que o valor mencionado acima e apresenta um bom serviço. Nós já falamos bastente sobre ele aqui nesse artigo. O tão famoso e procurado ibis também já teve um post dedicado a ele, clique aqui para saber em qual ibis você pode se hospedar. Se você quer um panorama mais completo de hospedagem, clique aqui e navegue na seção Onde ficar em Amsterdam.

No entanto se você é mais objetivo e quer logo reservar um hotel, nós fizemos a seleção dos 5 hotéis atuais que mais satisfazem os nossos leitores.

Urban Lodge Hotel: O hotel apresenta uma mistura de design urbano e estilo campestre. Combinando elementos de design e aconchego holandeses, o ambiente é único e acolhedor, o que faz você se sentir à vontade. A decoração mistura aspectos da vida da cidade e do campo usando muitas madeiras e cores neutras e toques do clássico Delft Blue, resultando em um novo estilo boutique hotel. Veja aqui a disponibilidade e preços.

Endereço: Arlandaweg 14 –1043 EW/Amsterdam (Muito próximo a Estação Amsterdam Sloterdjik)


Hotel van de Vijsel:O hotel está muito bem localizado próximo ao Vondelpark e aos principais museus da cidade, na Museumplein. A arquitetura e design do hotel são uma mistura do moderno e do rústico. Localizado em uma antiga fábrica de madeira, o hotel carrega elementos que vão te deixar muito à vontade e transformar o ambiente aconchegante na sua casa durante sua estadia por aqui. Veja aqui a disponibilidade e preços.

Endereço: Overtoom 13 – 1054 HA/Amsterdam

Motel One Amsterdam-Waterlooplein: O conceito de design do Motel One Amsterdam – Waterlooplein baseia-se fortemente na ideia de upcycling. O One Lounge do hotel foi criado com a ajuda do renomado artista internacional Piet Hein Eek e demonstra como antiguidades e itens novos ​​podem ser combinados para estabelecer um novo cenário. Com paredes cobertas com janelas antigas, portas e armários, candelabros que foram montados a partir de luzes compradas em mercados de pulgas, e uma fantástica bancada com candeeiros de mesa especialmente criados para o hotel, o salão de entrada estimula sua criatividade e te convida a ficar. Materiais naturais e artesanais completam o conceito de design do acessível Motel One Amsterdam – Waterlooplein. Você pode desfrutar do café da manhã orgânico saudável, WiFi gratuito e serviço amigável durante a sua estadia em Amsterdam. Veja aqui a disponibilidade e preços.

Endereço: Valkenburgerstraat 90 – 1011 LZ/ Amsterdam

Conscious Hotel Westerpark: O edifício original e monumental que havia nessa localização foi totalmente transformado em um impressionante hotel de 89 quartos, que é ecologicamente correto. Situado no exuberante Westerpark, um lado do hotel tem vista para os terrenos culturais de Westergasfabriek (uma antiga fábrica de gás) – um ponto de encontro para eventos culturais e mercados movimentados – enquanto do outro lado, há um parque verde tranquilo – perfeito para caminhadas matinais. Veja aqui a disponibilidade e preços.

Endereço: Haarlemmerweg 10, 1014 BE/Amsterdam

Volkshotel: Com um lema bem amplo e ao mesmo tempo que contempla todas as tribos, o Volkshotel é aquele hotel para todos, sem um público específico. O que eles te desejam é conforto, eficiência e qualidade. Tudo isso para que você possa aproveitar da melhor maneira possível a sua estadia por aqui. Veja aqui a disponibilidade e preços.

Endereço: Wibautstraat 150, 1091 GR/Amsterdam

Dica #4: Museus

Vamos falar um pouco sobre os Museus e as atrações que não podem faltar no seu planejamento para visitar Amsterdam. Nem todo mundo é fã de museu, sabemos disso. Mas quase todo mundo quer uma dica super especial para visitar alguma atração que sempre esteve no seu sonho. Por isso nós amamos essa cidade, ela te oferece muitas opções de passeios, museus, atrações temporárias e tudo  que você pode imaginar de forma democrática.

Para aqueles que gostam de museus, a cidade está cheia deles. Os principais museus ficam localizados na Museumplein, na praça dos museus. Mas você pode ter um panaroma geral dos 5 melhores museus em Amsterdam pelo nosso ponto de vista lendo mais neste link. Por ora, vamos falar das atrações mais procurados pelos nossos clientes.

  • Se você é apaixonado pelo ruivo holandês que ainda hoje conquista muitos corações, o Van Gogh Museum é ponto obrigatório na sua passagem por aqui. O museu é muito intuitivo e de visitação rápida. Tem interação para todas as idades e te leva para o mundo deste holandês cheio de mistérios. Reserve um ingresso aqui!
  • Já o Rijksmuseum, museu com uma pronúncia um pouco complicada para quem não está adaptado a junção das consoantes holandesas, é o museu dos Países Baixos. Aqui, você vai encontrar um compilado, muito bem conservado e cuidado, de toda a história dos Países Baixos. O Rijksmusem é um museu completo, rico em conteúdo e que hospeda o famoso quadro do querido pintor holandês Rembrandt, “A Ronda Noturna”. O quadro tem uma sala dedicada à ele e milhares de pessoas passam pelo museu toda a semana. Reserve um ingresso aqui!
  • Outra atração que você não pode deixar de conhecer é a Anne Frank Huis. O museu que conta a história da menina judia e de sua família está sempre com ingressos esgotados. A procura é intensa e conseguir uma entrada é um feito e tanto. Por isso aconselhamos sempre que vocês busquem com antecipação.
  • A Heineken Experience é outra atração muito procurada por aqui. A antiga fábrica da cerveja, hoje hospeda um museu que conta um pouco da história da produção da marca e te apresenta de forma bem lúdica o mundo da cervejaria. Quem não quer fazer um passeio e no final dele ganhar uma degustação? Mas lembrando sempre, para você fazer um passeio com calma, compre seu ingresso antecipadamente. Reserve um ingresso aqui!
  • Mas se você é daqueles que sempre sonhou em fazer um passeio de barco pelos canais da cidade, essa é a atração perfeita. Com um roteiro muito charmoso, os barcos que atravessam os canais te levam para o mundo das navegações holandesas, mas dentro dos canais de Amsterdam. Você vai observar a cidade por um ponto de vista muito conhecido pelos locais, além de registrar momentos de puro charme através da arquitetura histórica da cidade. Pode ser um passeio romântico, com amigos, família ou mesmo sozinho, você é quem decide como prefere. Reserve aqui um passeio de barco nos canais de Amsterdam!

Parece muita coisa, mas não é. Se o seu tempo por aqui é curtinho e você precisa escolher entre apenas uma dessas atrações nós indicamos que você leia com calma nosso post que te dá dicas do que fazer em Amsterdam em 2 dias. Temos certeza de que você vai gostar das nossas sugestões.

Se você ficou interessado em antecipar (lembram que falamos sobre planejamento?!) seu ingresso para qualquer uma dessas atrações basta clicar aqui e ficar tranquilo com o ingresso na mão.

Dica #5: Clima e fazendo a mala

A dica 5 fica por conta de uma pergunta que esta em 100% das dúvidas que recebemos por aqui, no nosso e-mail e Instagram. Qual é a melhor época do ano para visitar a cidade e quais roupas levar?

Seria ótimo se tivessemos um mecanismo que nos oferecesse com 100% de certeza essas respostas. Mas como não temos, trabalhamos com a nossa experiência e com alguns aplicativos que nos ajudam e muito. Para começo de conversa, você precisa saber que Amsterdam é linda em qualquer estação do ano. Cada uma tem seu charme e sua característica bem marcante. Antes de fazer a sua mala vale a pena conferir o nosso post com as dicas de que roupas levar para Amsterdam.

Primavera (Abril a Junho): A estação mais colorida do ano é a primavera. É a época das flores! Das tulipas! Se você é apaixonado por flores, precisa estar aqui nessa época. A primavera está cheia de atrações pela cidade e temos um roteiro de 3 dias para você aproveitar a primavera por aqui. A temperatura não é tão fria e nem tão quente, digamos que é a época do ano com a temperatura mediana. Mas claro, Amsterdam, ou melhor dizendo, a Holanda, é uma caixinha de surpresas e por isso sempre pense nas duas possibilidades: mais frio ou menos frio. Deixe para pensar no calor na próxima estação, o verão…
Média de temperatura na primavera: 10º

Verão (Julho a Setembro): Podemos dizer que o verão holandês tem nos surpreendido cada vez mais. No ano de 2018 o verão foi escaldante, digamos assim. Tivemos temperaturas de 39º. Para aqueles que não sabem, 39º por aqui é algo quase surreal. É comemoração na certa mas também muito sufoco para andar em lugares que não estão preparados para o calor. É a época do ano em que mais vemos barquinhos lotarem os canais, as pessoas estão TODAS nas ruas e fica difícil achar uma mesinha ao ar livre para tomar aquela cerveja deliciosa. A cidade fica viva e você vê uma Amsterdam jovem e cheia de energia. Temos um artigo que dá muitas dicas dos melhores bares e restaurantes para você curtir no verão. Vale a pena conferir estas dicas para aproveitar muito bem esta estação.
Média de temperatura no verão: 25º

Outono (Outubro a Dezembro): Poderíamos dizer que é a estação mais fotogência de todas. Os tons de amarelo, laranja e vermelho que se espalham pela cidade, dão um charme todo especial. É quando vemos os parques cheios de folhas nos chão, conseguimos ver um cenário completamente diferente do inverno e temos a presença daquela chuvinha que não nos abandonda, não importa que ano seja, chegou o outono, lá vem ela. É quando você vai ver um desfile de capas de chuva e provavelente vai sentir aquela vontade de comprar uma. É uma época muito gostosa para fazer os passeios de barco fechados e visitar os museus que você conseguir.
Média de temperatura no outono: 12º

Inverno (Dezembro a Março): O inverno é muito temido pela maioria dos brasileiros e, com razão. O frio chega com força por aqui nessa época, principalmente em janeiro e fevereiro, os meses mais frios. É muito possível que você veja neve, ou presencie uma cena muito esperada, como foi no ano de 2018, em fevereiro, quando os canais da cidade congelaram. Por isso a cidade se prepara com várias pistas de patinação, como por exemplo a pista da Museumplein. Mas inverno não é sinônimo de ficar trancado no hotel, a cidade está cheia de atividades muito interessantes para você aproveitar muito bem sua estadia por aqui. Temos um artigo bem completo que te dá super dicas do que fazer no mês de dezembro em Amsterdam. É bom lembrar que muitas dessas dicas se estendem para os próximos meses de janeiro e fevereiro.
Média de temperatura no inverno: 5º

Dica #6: Restaurantes em Amsterdam

A dica 6 é inspirada na clássica pergunta: Onde comer em Amsterdam? Quando ouvimos essa pergunta, nós sempre respondemos com outra pergunta “Quando você está disposto a gastar por pessoa para comer em restaurantes em Amsterdam?”. É isso mesmo, Amsterdam é uma cidade cara (se comparada com outroas cidades europeias mais ao sul) para comer fora, no entando há opções para todos os bolsos e gostos.

Se você é do time do clássico e velho hamburguer, temos um post com as 5 melhores hamburguerias de Amsterdam. Caso você seja vegetariano ou vegano, nós pesquisamos os 10 restaurantes veganos e vegetarianos em Amsterdam que vão te deixar satisfeitos com a escollha. Agora, se você é do time das pizzas, vale a pena conferia uma pizzaria boa e barata como a Pizzabakkers. Ainda passeando pela cozinha italiana, outra dica que damos é do restaurante Lo Stivale Doro, um ambiente aconchegante e que não pesa no seu orçamento. Para finalizar o clássico no bairro clássico. Se você sempre ouviu falar do De Pijp, vai se surpreender ao visitar o Wijmpje Beukers. Ele fica em um dos nossos bairros favoritos e o mais interessante é que o menu muda a toda semana. Sempre vai ser uma experiência nova.

Dica #7: Cidades para visitar perto de Amsterdam

Por fim, mas não menos importante vai a dica mais esperada por quem tem um curto espaço de tempo por aqui. É possível fazer um bate e volta  para algum lugar próximo a aprtir de Amsterdam?
Sim! É possível e por isso nos separamos algumas dicas de post que vão te ajudar nesse planejamento.

Se você quer conhecer a Bélgica, por exemplo, um bate e volta perfeito é sair de Amsterdam e ir para Bruges. A cidade é super charmosa, tem muitos festivais e é muito perto de Amsterdam.

Agora, se você quer ousar mais e ir um pouco mais distante, precisa ler o post de como viajar de Amsterdam para Paris. A cidade luz estará te esperando de braços abertos para que você possa fazer mais um check na sua lista de viagens e novos roteiros.

De qualquer forma, se o seu tempo for um pouco mais curto e você prefirer ficar pelos arredores holandeses, uma boa dica de visita é ir para Zaanse Schans, a famosa vila dos moinhos. Por lá você vai encontrar um vilarejo que retrata como era a Holanda no século XIX.

MAIS CONEXÃO AMSTERDAM

Vale a pena lembrar que além de dicas, serviços personalizados como ensaios fotográficos em Amsterdam e roteiros personalizados para Amsterdam, nós também preparamos para você o Guia de Túristico de Amsterdam. O Guia do Conexão Amsterdam conta com várias dicas práticas e dicas da cidade selecionadas por quem realmente conhece Amsterdam, para você. O Guia já foi vendido para mais de 500 leitores como você e o preço é apenas 7,99 euros! Todos os detalhes sobre o guia e uma amostra grátis podem ser encontrados AQUI!

 

2 Comments

  • Hugo, dei uma olhada no hotel Urban Lodge Hotel porém fiquei na dúvida sobre a localização.. é um bom lugar para se hospedar? Tem train da estação central até a estação Sloterdijk? Já fui para Amsterdam em 2017, no outono e amei a cidade, fiquei no bairro Jordanian, porém olhei e está bem salgadinho o preço, hehe agora volto dia 31 de março e vou tentar conhecer o parque keukenhof, porém vou tentar ir dia 1 de abril, vc sabe se já estará funcionando? Adorei as dicas! Amsterdam é fantástica

    • Olá Thais, Sloterdijk é uma região afastada do centro da cidade, mas bem acessível sim de trem da Estação Central.
      O Keukenhof abre dia 21/03 🙂
      Abraço,
      Hugo e Marcio

Leave a Comment